quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Presos dois membros de facção criminosa foragidos de Pedrinhas

Allan Kardec Dias Costa e Giheliton de Jesus Santos são acusados de comandar 8 homicídios em 15 dias e participar dos planos de ataque a São Luís

Leslie Leitão, de São Luís   Fonte: Veja Online
Foto 1 / 22
AMPLIAR FOTOS
Enterro de Ana Clara, em São Luís
Enterro de Ana Clara, em São Luís
Agentes Superintendência de Investigação Criminal (Seic) da Policia Civil do Maranhão prenderam mais dois homens acusados de integrar a cúpula da facção criminosa Bonde dos 40, que vem aterrorizando cadeias e ruas de São Luís. Allan Kardec Dias Costa e Giheliton de Jesus Santos, o Gil, foram capturados numa ação que se iniciou domingo, no município de Santa Maria do Pará, no Estado vizinho. Ambos eram foragidos do Complexo de Pedrinhas e vão integrar a lista de 25 detentos que a Secretaria de Segurança do Maranhão vai mandar para presídios federais fora do Estado.
Vídeo mostra o ataque selvagem que matou a menina Ana Clara

De acordo com as investigações da Seic, a dupla arquitetou mais de oito homicídios em quinze dias e participou diretamente do plano de dar um "Salve Geral" (atacar a cidade), em resposta à repressão que os detentos da Penitenciária de Pedrinhas sofreram durante o último dia 3 de janeiro, quando o Batalhão de Choque invadiu a unidade e destruiu vários objetos pessoais dos presos, inclusive quarenta ventiladores, jogando ainda água sanitária em sacos de arroz e misturando sabão no pó de café. Os ataques a São Luís resultaram na morte da menina Ana Clara, queimada dentro de um ônibus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog