quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Câmara de Vereadores de Tutóia entram com Agravo de Instrumento da decisão liminar que retorna Romildo ao cargo

Câmara de Vereadores de Tutóia entrou ontem (29) com Agravo de Instrumento da decisão liminar proferida pelo juiz da Comarca de Tutóia que retornou o prefeito Romildo ao cargo 24 horas após ter sido afastado pelo voto de 10 vereadores. 

O Agravo é um documento de praxe utilizado pelos advogados para tentar reverter o caso, ou seja, derrubar o efeito da liminar. 

O documento (Agravo) tem 183 páginas e contém os comunicados protocolados pela CPI no protocolo geral da prefeitura, documentos que a peça feita pela defesa de Romildo alegava não ter sido feito. 











Entenda o caso acessando as matérias dessa "briga" entre Câmara e Prefeitura. 












    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog