quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Atrasos de pagamentos em Tutóia tem reflexo negativo aos servidores municipais


Servidores na agência bancária (foto da rede social)

Desde o meio do ano de 2017, a prefeitura de Tutóia atrasou os pagamentos de algumas categorias de servidores públicos municipais e até o início do ano em curso ainda não conseguiu equilibrar as finanças. 

A problemática nas finanças por qual passa a prefeitura de Tutóia tem causado reflexos negativos na vida financeira dos servidores públicos municipais, em especial ao professores, aos contratados e até mesmo a alguns comissionados. 

A prefeitura já emitiu notas tentando explicar mas não convenceu a categoria. E, na última quarta-feira (30) quando a prefeitura conseguiu pagar o restante da Folha de Pagamento de dezembro de 2017 (em atraso, e que fora fatiada), gerou um problema reflexo desse atraso que culminou com o aprovisionamento dos empréstimos consignados no Banco do Brasil, que vencem em 05 de fevereiro de 2018. 

O aprovisionamento gerou revolta e agência bancária do referido banco ficou lotada com centenas de servidores que foram reclamar seus direitos. 

A gerência do Banco convocou o Sindicato que representa a categoria e também representantes da prefeitura para discutirem uma solução para o problema. Da conversa, houve o comprometimento do estorno dos valores aprovisionados e a informação da prefeitura de que o pagamento deverá ser restabelecido ao normal ainda este mês. Além de haver a possibilidade de haver restabelecimento dos consignados a serem descontados em Folha de Pagamento. 

Segundo alguns professores, o atraso dos pagamentos e essa situação vivida com o banco causou descontrole nas finanças pessoais e pagamento de juros, algo que estava fora do previsto. 

O sindicato da categoria vai agendar Audiência Pública para discutir a situação com servidores públicos, Ministério Público, Vereadores e Prefeitura, segundo o presidente do SINSPUTSAMPAN. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog