quarta-feira, 18 de abril de 2018

Vereador Paulo Rogério fez duras críticas à gestão da Educação e ao governo de Tutóia em sessão pelnária


Resultado de imagem para vereador paulo rogerio tutoia
Vereador Paulo Rogério - Imagem: blog do Neto Pimentel 

Na última sessão realizada na Câmara de vereadores de Tutoia (9/4) o vereador Prof. Paulo Rogério denunciou a situação pela qual passa a Educação do município de Tutóia.

Na sua fala na Tribuna da Casa Legislativa destacou que o município de Tutoia “vem deixando a educação de lado e “vendendo” uma realidade que não existe no geral: não se sabe qual a assessoria que pense a Educação de Tutoia” destacou.

Para ele o PME (Plano Municipal de Educação) não está sendo cumprido em suas metas como “a eleição de Gestores e Gestores Adjuntos no qual o Projeto de Lei que foi construído pela equipe do PME e ainda não chegou na casa legislativa para a apreciação e votação” relembrou.

Ainda de acordo com o parlamentar “inúmeras escolas que estão com estruturas extremamente comprometidas causando prejuízos enormes para os alunos, como é o caso da Unidade Escolar Vitorino Ramos na Comunidade Quilombola de Itaperinha, aonde os alunos levam água de casa pra beber; instalações elétricas comprometidas assim como a estrutura da escola, não sendo possível fazer merenda para as crianças que têm que sair da escola às 10:00hs” lamentou.

Apontou que a escola sofre com “inúmeras infiltrações, mofo, banheiro quebrado e uma sala com mais de 20 alunos (sendo três especiais) e não havia sequer auxiliar de sala (até aquele momento) e outras irregularidades” criticou o vereador.

Comentou ainda da alimentação escolar que é minguada em algumas escolas. Pois, segundo ele, “são apenas poucos achocolatados e biscoitos e freezer vazios sendo que o governo diz que há alimentação de qualidade em todas as escolas o que não é verdade” disse.

Destacou a “falta de compromisso em contratar auxiliares de sala muitas vezes sem nenhuma formação ou competência para tal cargo” foi enfático.

A fala do parlamentar segundo um popular, foi um alerta para que o governo de Tutoia tome as devidas providências para de fato dar dignidade aos alunos.

No final fez crítica também ao Decreto número 5, Decreto publicado recentemente pelo prefeito Romildo quem altera o regime de trabalho do professores da rede pública municipal, pois aumenta em 7 aulas a mais a jornada dos docentes.  

O vereador criticou o que ele chamou de “ausência do devido diálogo com as categorias”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog