segunda-feira, 21 de maio de 2018

Suspeitos de praticarem imigração ilegal são presos em São Luís

Suspeitos de imigração ilegal

A PF, o Governo do Estado do Maranhão e a Marinha do Brasil, estão prestando ajuda humanitária aos africanos resgatados

A Superintendência de Polícia Federal no Maranhão informou, por meio de nota, que prendeu em flagrante os dois brasileiros que acompanhavam o grupo de estrangeiros resgatados por um barco pesqueiro na costa do estado no sábado (19). Foi instaurado um inquérito policial para apurar a possível prática de imigração ilegal.

Preliminarmente apurou-se que os estrangeiros são oriundos da África, possivelmente de cinco nacionalidades: Senegal, Nigéria, Guiné, Serra Leoa e Cabo Verde. Eles estavam à deriva há 35 dias e desembarcaram no Cais do município de São José de Ribamar, após o mastro do barco quebrar e o motor pifar.   A embarcação com refugiados foi rebocada por um pesqueiro, de nome Tampinha I. Após aproximação dos estrangeiros ao cais, foram acionadas as Agências Governamentais para que então houvesse a permissão de apoio aos refugiados.

“Através da agência da Capitania dos Portos de Camocim, Ceará, fomos informados que havia uma embarcação, passando daquela jurisdição e estava seguindo para nossa região. Evacuamos a área de São José de Ribamar e por volta das 23h fizemos o resgate, conforme as medidas cautelares”, explicou Márcio Ramalho Dutra da Capitania dos Portos do Maranhão.

A PF, o Governo do Estado do Maranhão e a Marinha do Brasil, estão prestando ajuda humanitária aos africanos resgatados. Eles foram levados para São Luís, onde estão abrigados no Ginásio Costa Rodrigues, localizado no Centro da capital.

Fonte: Central de Notícias



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog