terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Prefeito de Tutóia tem contas de 2017 julgadas preliminarmente irregulares e pede prazo ao TCE

As contas do exercício de 2017 da prefeitura de Tutóia foram julgadas inicialmente irregulares devido ao limite excedido com gasto de pessoal que fere a Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Diante da situação o governo municipal tem "tocado terror" em servidor público ameaçando tirar matrículas e corta salários. 

Um verdadeiro caos administrativo é o que vive o município de Tutóia. No final do ano de 2018 não conseguiu fechar a folha e atrasou os salários de dezembro que foram pagos somente no último dia do mês de janeiro de 2019. 

As imagens abaixo retiradas do processo 4619/2018, feito através de consulta no site do TCE-Tribunal de Contas do Estado do Maranhão no item RIT'S demonstram a inabilidade na gestão municipal. 

O Tribunal ao final afirma no seu relatório:

"Conforme dados informados ao FINGER, verifica-se que o Município incorreu em erro ao informar que publicou o Relatório de Gestão Fiscal referente ao 1º quadrimestre em 30/03/2017, ou seja, antes do encerramento do próprio quadrimestre." 

Veja as imagens:











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog