terça-feira, 5 de abril de 2011

Todos deveriam ler a postagem da nobre Professora Gabrielle

Dá pra se acostumar? (Sobre as condições de uma escola pública tutoiense)


Só considerando o aspecto físico da Unidade Integrada Olindina da Costa Nunes Freire, (em Tutoia-Ma, mais especificamente na Rua Magalhães de Almeida-Barra) cuja estrutura está deteriorada, fico imaginando o quanto nossa sociedade se acostuma com o descaso de seus gestores, e não denuncia abusos e descasos muncipais, estaduais, federais.
Basta entrar no "Olindina" para ver que aquela escola não dá o mínimo de conforto aceitável para suas crianças estudarem (aprenderem) e seus professores trabalharem. Salas sem portas, quadros-negros esburacados, um antigo depósito de merenda que foi adaptado à sala de aula, isso sem contar que no período de chuvas... a escola fica de molho literalmente! Isso ainda não é tudo... uma visita por lá, ainda reserva mais descobertas do que não poderia ser uma escola.
O estado de deterioração em que se encontra o Olindina não surpreende nem horroriza mais. É algo habitual. Os pais que ainda matriculam seus filhos, não questionam e assistem ao triste fim daquele ambiente que deveria ser de ensino e aprendizagem (e que já foi um dia) sem alterar em nada seu semblante. Não demonstram nada. Nem raiva, nem revolta, nem indignação... é o retrato da indiferença. A ruína não assombra mais, entretanto dá as caras, a cada aluno que a escola perde.
Enquanto isso no resto do Brasil...
Tornou-se normal uma criança da escola pública terminar o ano sem aprender ler. Tornou-se normal um professor com habilitação em Ciências, dar aulas de História. Ninguém se espanta em ver crianças e jovens sem escola, escolas sem professores, professores sem salário digno, sem um programa eficaz de ensino e alunos sem saber ler nem escrever ao fim de oito anos de estudo, também não é novidade. Durante o ano, muitas famílias veem seus filhos desisitirem da escola, ou passarem o ano sem ter aulas de algumas disciplinas por falta de professor (isso tem acontecido no Ensino Médio em Tutoia) e ainda assim recebem nota. Ninguém considera isso uma perda irreversível... gestores da educação estão mais preocupados com os números... e são péssimos com eles, porque nem isso vai bem!!! Basta olhar o entorno...
A sociedade brasileira é inteiramente passiva e tolerante com a má qualidade de sua educação pois assiste ao fracasso escolar, convive com a ineficiência do ensino, fazendo de conta de que não é um problema seu; não denuncia, não reclama; aceita, simplesmente aceita... e torna-se omissa.
A escola pública não é do governo, é da sociedade, diz respeito a todos nós. A educação não é privilégio de quem tem dinheiro, é direito de todos. Saber ler e escrever não é um prêmio para quem pode pagar escola particular.
É preciso que a sociedade participe, entre na escola pública, cuide dela, assuma-a como uma coisa que é sua!
SOCIEDADE TUOIENSE, o Olindina é uma escola pública e PRECISA DE AJUDA! Possui bons professores que já ajudaram a educar muitos tutoienses, especialmemente os moradores da Barra e redondezas!
*Todos os dias eu uso o twitter para mandar mensagens de alerta ao Governo do Estado, sobre as condições desta escola.
do blog: letra de professora: http://profgabrielle.blogspot.com/
Acesse, vale a pena.

Um comentário:

  1. Querido amigo, obrigadapela força! Sinto-me honrada em ser citada no seu blog, com tamanha audiência!!
    Quem sabe nossa voz é ouvida!

    ResponderExcluir

Colaboradores

Arquivo do blog