domingo, 22 de setembro de 2013

Em Tutóia Escola Almeida Galhardo, recém construída, parede ameaça desabar

A escola foi  construída em cima de uma passagem de água, um antigo córrego, na Rua Hermes da Fonseca. A estrutura desde 2012 apresenta rachaduras em algumas paredes e teve as aulas suspensas naquele ano, além de uma vistoria com uma equipe composta de Engenheiros e Vereadores da Comissão de Educação da Câmara de Tutóia. O relato foi citado pelo vereador Enilson Santos em uma sessão neste ano.

Na semana passada a escola voltou a apresentar rachaduras em uma das paredes e o Departamento de Obras da Educação fez reparos, como mostram as fotos de posts no blog do Antonio Amaral. Mas parece que o problema persiste e essas medidas são paliativas. 

As aulas foram suspensas e neste segunda deve haver reunião com pais e professores.

O blog tentou contato pelo telefone da Educação na sexta feira mas não conseguimos falar com a Secretária e tentamos também com o Prefeito mas não o encontramos.

Isso é mais um absurdo da Educação de Tutóia. É deficiência de gestão municipal. É conivência e vista grossa de alguns profissionais. E falta de atitude dos pais de alunos. Se meu filho estudasse naquela escola já teria formalizado denúncia ao Ministério Público.


Fica aqui o espaço para esclarecimentos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog