quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Matéria completa: Prefeita foragida pode se entregar a qualquer momento, diz advogado

Análise da decisão do STF pode definir nova estratégia da defesa.
Lidiane Leite está foragida há uma semana.

Compilado do G1 MA

Do G1 MA
Lidiane Leite assumiu a prefeitura aos 22 anos (Foto: Arquivo pessoal)Lidiane Leite assumiu a prefeitura de Bom Jardim (MA)  aos 22 anos (Foto: Arquivo pessoal)
Na manhã desta quinta-feira (27), o advogado Carlos Sérgio de Carvalho, que defende a prefeita de Bom Jardim (MA), afirmou que estuda uma nova estratégia para o caso. Procurada há uma semana pela Polícia Federal (PF), Lidiane Leite da Silva (sem partido) é investigada por desvios de recursos da educação. Segundo Carlos, ela pode se entregar ainda nesta quinta.
Vamos apresentá-la o mais rápido possível, pois ela se considera injustiçada. Não há elementos para o pedido de prisão preventiva, mas a ministra entendeu de outra maneira"
Carlos Sérgio de Carvalho, advogado da prefeita Lidiane Leite
O advogado disse que analisa a fundamentação da decisão da ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Maria Thereza de Assis Moura, que negou habeas corpus à prefeita nesta quarta-feira (26). Com ele, a defesa esperava a revogação do pedido de prisão preventiva que há contra Lidiane.
“Agora é uma nova situação. É analisar o inteiro teor da decisão da ministra e definir os próximos passos”, disse Carlos Sérgio, que esteve nessa quarta-feira à tarde com a ministra do STJ em Brasília. “Eu lamento muito”, completou.
O advogado afirmou que quer entender por que os argumentos apresentados no pedido de habeas corpus não foram suficientes. Carlos Sérgio alega que não há fundamento para a prisão preventiva.
Após esse estudo, será possível garantir a apresentação da prefeita à PF – o que, segundo a defesa, há "grande probabilidade" de acontecer ainda nesta quinta –, uma tentativa de entrada de um recurso (agravo regimental) ou um novo pedido de habeas corpus.
O advogado disse que a prefeita Lidiane Leite tem “vontade e desejo é esclarecer tudo mais rápido possível”, mas que a decisão de se entregar à PF será exclusivamente dela. “É uma decisão pessoal e individual. Nós, com certeza, vamos aconselhar”, diz.
Habeas corpus
A defesa da prefeita protocolou pedido de habeas corpus no STJ, nesta terça-feira (25), pedindo a revogação da prisão preventiva da gestora. A estratégia pretendida era avaliar o melhor momento para que ela preste seu depoimento à Polícia Federal.
“Vamos apresentá-la o mais rápido possível, pois ela se considera injustiçada e nós entendemos que não há elementos para o pedido de prisão preventiva, mas a ministra entendeu de outra maneira. Agora nos resta acatar a decisão e traçar a melhor estratégia”, disse o advogado.
Se Lidiane Leite não se apresentar no município de Bom Jardim até o próximo domingo (30), ela pode perder o mandato, pois a legislação municipal vigente não permite afastamento do prefeito por um período superior a 10 dias.
Interpol
O superintendente da Polícia Federal no Maranhão, Alexandre Saraiva, disse ao G1 que solicitou na tarde desta terça-feira à Interpol (a Organização Internacional de Polícia Criminal) a inclusão do nome de Lidiane Leite na lista vermelha da organização. "Estamos aguardando o posicionamento da Interpol", disse.
Sumiço e pânico
O advogado Carlos Sérgio de Carvalho afirmou em entrevista ao G1 que a prefeita "se escondeu em um momento de pânico". Segundo ele, Lidiane estaria "depressiva, doente, ansiosa e sofrendo muito", além de assustada com a repercussão do caso.
Para Carlos Sérgio, o comportamento somado à juventude e beleza de Lidiane contribuíram para que o caso chegasse à amplitude atual. "Tirada de um contexto, [a atitude de Lidiane] pode ser interpretada como ostentação", disse, garantindo que o salário de R$ 12 mil é compatível com a vida que ela levava.
Prefeita Lidiane Leite acompanhada do então namorado Beto Rocha (Foto: Arquivo pessoal)Prefeita Lidiane Leite acompanhada do então
namorado Beto Rocha (Foto: Arquivo pessoal)
Vida humilde
Antes de se tornar prefeita por acaso e passar a ostentar uma vida de luxo nas redes sociais, a jovem vendia leite na porta da casa da mãe.

Na cidade, estudou apenas até o ensino fundamental e se valia da simpatia e da boa aparência para atrair a freguesia, o que chamou a atenção do fazendeiro Humberto Dantas dos Santos, o Beto Rocha, lançado candidato a prefeito pelo PMN, em 2012.
Prefeita de Bom Jardim (MA) ostentava boa vida nas redes sociais (Foto: Fotos: Divulgação)Prefeita de Bom Jardim (MA) ostentava boa vida nas
redes sociais (Foto: Reprodução/TV Mirante)
Ostentação
A rotina de viagens, festas, roupas caras, veículos e passeios de luxo que Lidiane passou a compartilhar por meio de fotos nas redes sociais chamou a atenção da cidade.
"Eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem. Beijinho no ombro pros recalcados", comenta a prefeita na internet. Em outro post, ela diz: "Devia era comprar um carro mais luxuoso pq graças a Deus o dinheiro ta sobrando (sic)".
Repercussão nacional
O caso de desvios em Bom Jardim ganhou repercussão nacional após uma reportagem exibida no telejornal Bom Dia Brasil mostrando a precariedade das escolas no município. A TV Globo obteve com exclusividade acesso a documentos da investigação de supostos desvios de recursos públicos da merenda escolar e da reforma de escolas.


















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog