quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Tutóia e Paulino Neves participam do lançamento do Programa Mais Bolsa Família do Governo do Maranhão

Aconteceu ontem no município de Chapadinha o lançamento do Programa Estadual Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) com a presença do Secretário Estadual de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista. Participaram do evento a Secretária Municipal de Assistência Social de Paulino Neves, Gilliane Thaís Souto Olímpio, a Diretora de escola Sofia Rosilene, a Assistente Social Ana Mirtes G. Cantanhede e o Secretário Adjunto de Assistência Municipal de Assistência Social de Tutóia, Francisco Brito. As secretarias estão tomando as providências necessárias para implementação do Programa nesses municípios.

O que é o Programa?
O Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) é um programa do Governo do Estado do Maranhão, executado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, que consiste na complementação de renda às famílias maranhenses, com o objetivo de garantir às crianças e adolescentes, de 4 a 17 anos, condições mais adequadas de frequentar a escola. Anualmente, as famílias receberão o recurso, nos meses de janeiro, com a finalidade exclusiva da compra de materiais de uso escolar. Com a melhoria nas condições de frequentar a escola, o Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família)  vai garantir, também, a permanência dos alunos em sala de aula, reduzindo os índices de abandono e evasão escolar. É mais dignidade e garantia de direitos aos alunos de todo o Maranhão.

Para participar, as crianças e adolescentes precisam:

Estar inscritas no Cadastro Único;
Ter renda, por pessoa da família, de até R$ 154,00;
Estar matriculados em escola pública.


Cada criança ou adolescente que esteja no perfil do Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família)  vai receber o valor de R$ 46,00, sem limites de quantidade de filhos por família. O benefício já será concedido a partir do mês de janeiro de 2016 por meio de um cartão magnético do tipo débito.
Com o Cartão do Bolsa Escola, que chegará na casa de todas as famílias beneficiadas, o material escolar poderá ser adquirido em estabelecimentos comerciais no próprio município. Para isso, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social vai cadastrar empresas dos municípios maranhenses que já vendam material escolar. Podem ser comprados todos os tipos de material escolar: desde lápis, cadernos e mochilas até os itens de uniforme, como, calçados, calças e camisas.

Ao todo, serão mais de 1.500.000 alunos beneficiados no Maranhão com investimentos que chegam a mais de R$ 80 milhões por ano. Recursos que tem o objetivo de devolver às crianças e adolescentes a oportunidade de ir à escola de forma igualitária, com materiais de qualidade e que promovam um processo de aprendizagem mais adequado, cooperando com a permanência dos alunos em sala de aula.
 


 Texto e fotos de Ana Mirtes

PUBLICIDADE:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog