terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Isso é grave! Criança fica toda deformada ao ser medicada em posto de Saúde em Chapadinha

Daniel no hospital HAPA.

Por: Blog do Foguinho, 16 de fevereiro de 2016.

A Srª Adriana da Silva moradora do Bairro Areal, em Chapadinha, procurou a equipe de reportagem do Blog do Foguinho para pedir ajuda e desabafar sobre o grave estado de saúde do seu filho Daniel de 08 anos, que ficou com o corpo deformado após ser medicado em um posto de saúde.

Atendimento no posto. 8:30h.

Adriana disse que levou o seu filho Daniel da Silva Bastos no dia 04 de janeiro deste ano ao posto de saúde do Bairro Areal com os sintomas de febre e dor de cabeça, chegando lá o seu filho foi medicado por uma médica chamada Cleomara Sirqueira Caldas, onde foi receitado os seguinte medicamentos; Paracetamol e Ibuprofeno. Só que o carimbo da receita foi no nome de outro médico, Juan Carlos Cabeza Rojas, médico cubano.

Obs: A mãe recebeu o medicamento no próprio posto de saúde.

A mãe mostra o medicamento que foi receitado para seu filho Daniel.
Criança chega em casa e toma o medicamento por volta das 9:30.

Receita com descrição dos medicamentos.

Chegando em casa, a mãe Adriana medicou seu filho com o medicamento Paracetamol e Ibuprofeno, horas depois a febre e a dor de cabeça aumentou e já no período da noite começou a aparecer bolhas vermelhas e até feridas, No dia seguinte Daniel foi internado no HAPA onde passou dois dias. Com o estado de saúde cada vez pior, Daniel foi levado para o Hospital da Criança em São Luis onde se encontra em recuperação.

Daniel teve a visão comprometida.
Daniel teve a visão comprometida, feridas no pênis e cicatrizes no corpo.

Já em recuperação, a mãe afirmou que o seu filho Daniel teve a visão comprometida, dificuldade para urinar e muitas cicatrizes no corpo. Ele chora todos os dias com o corpo totalmente deformado.

Daniel pode ficar cego e perder o pênis.

Justiça.

Advogado da família, Dr. Lourival Soares.

Os pais de Daniel já foram até a Delegacia e registraram um BO contra os dois médicos que lhe atenderam. A mãe já procurou um advogado que também pretende acionar o município, onde irá pedir uma indenização para cuidar da saúde de Daniel.

O Blog conversou com o advogado criminalista Dr. Lourival Soares que afirmou que vai buscar todas as maneiras para que os responsáveis pelo ocorrido sejam penalizados.

O advogado disse que vai ajuizar uma ação contra o município para que forneça, medicamentos e ajuda financeira para a família.

Obs. A mãe não quis revelar o rosto, por isso mantemos o anonimato.

Há suspeitas que a suposta médica que receitou a criança, seja uma enfermeira e com isso ter usado o carimbo do médico cubano na receita.

O Blog do Foguinho tentou entrar em contato com o Secretário de Saúde, Allan Monteles, mas não obtivemos resultado.





BO registrado na Delegacia de Polícia Civil.



Medicamento receitado.

Um comentário:

Colaboradores

Arquivo do blog