quarta-feira, 22 de junho de 2016

Tumulto e prisões durante a sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Tutóia que afastou o prefeito Diringa do cargo

Prefeito Diringa
Um dia para ficar registrado na história de Tutóia. Em 78 anos de emancipação política Raimundo Nonato Abraão Baquil – o Diringa - é o primeiro prefeito afastado pelo legislativo municipal.


O afastamento ocorreu na tarde desta quarta-feira (22 de junho/2016), quando, em uma sessão extraordinária, sete vereadores oposicionistas acompanharam o voto do Vereador Zé Orlando, relator da Comissão Especial que apura denúncias de irregularidade na gestão de Diringa Baquil. Com ausência de um vereador da base aliada, Diringa teve apenas quatro votos a seu favor.

As opiniões estão divididas. Muitas postagens na rede social ora defendem o prefeito afastado, ora elogia a ação dos oito vereadores de oposição.

O presidente da Câmara, vereador Antonio Chico, disse que conduziu a sessão obedecendo ao Regimento Interno da Casa. Pois, já se vão aí mais de noventa dias quando em outra extraordinária foi preciso a tropa de choque da Polícia Militar do Maranhão para garantir a realização da sessão que recebeu as denúncias de crime de responsabilidade contra o prefeito.

Vereador Antonio Chico

O vereador Zé Orlando, relator da Comissão Especial Processante informou que com o evento de hoje começa o processo propriamente dito que poderá culminar com a perda do mandato do prefeito se forem apuradas irregularidades na gestão de Diringa.


Vereador Zé Orlando

Vereador Nilson
O vereador Nilson Santos também comentou sobre o afastamento. Para ele o município está sem gestor e o vice precisa tomar posse imediatamente.

Um aglomerado de gente se formou em frente ao prédio da Câmara e no encerramento da sessão (no final da tarde) os vereadores de oposição saíram escoltados pela Guarda Municipal e por policiais Militares da ROTAM. Mas, apesar da escolta o vereador Zé de Mar foi agredido fisicamente com socos e o vereador Zé Orlando foi alvo de xingamentos e de ovos atirados do meio da multidão. Um dos objetos arremessados atingiu um policial que o feriu no rosto.

Dois homens e duas mulheres foram conduzidos à Delegacia. Uma multidão, incluindo parentes dos detidos e partidários do prefeito afastado aglomeraram-se em frente a Delegacia e permaneceram até ás 21h.
Segundo o PM Benilton, Capitão da Polícia Militar, eles foram detidos por desacato e depois de pagarem fiança foram liberados.


Cabendo recurso, Diringa deve recorrer agora à justiça, mas com o afastamento, o Vice Prefeito, João Batista Araújo da Silva- Batista Leonardo- deverá ser empossado já nesta quinta-feira (23) e pode permanecer no cargo por noventa dias ou o tempo que durar o processo de pedido de impeachment de Diringa.

Opinião do blog - Nunca antes visto em Tutóia o legislativo fez o que realmente é eleito para fazer: legislar e fiscalizar o executivo. Por esta feita, tem recebido críticas de alguns e elogio de outros. O prefeito Diringa, para a opinião pública, errou. Errou não somente em cometer atos de supostas irregularidades contratando, superfaturando licitações, etc, mas errou ao perder a maioria dos vereadores aliados. Partidários seus o criticam por este ato. Os oposicionistas comemoram.

Diringa tenta eleger seu sucessor, seu sobrinho e vereador de mandato, Alexandre Baquil, mas sua base está dividida com a crescente rejeição do pré-candidato.

A oposição aproveita-se do momento e tem a possibilidade de derrubar o império Baquil (mas só conseguirá se unida, algo que é incerto ainda).

O coronel James Baquil (pai de Alexandre) é um engenhoso articulador da velha política e usa de muitas estratégias para ganhar. Pode, inclusive, apostar alto para rachar a oposição e, se conseguir, eleger seu filho com um número mínimo de votos.

Essa fatídica novela leva cidadãos comuns como os que foram detidos hoje, ao defenderem um governo que tem errado mais que acertado, ficarem em situação complicada, expondo suas vidas. Há quem comente que muitos dos que ali estavam a defender o prefeito afastado, foram agraciados com vantagens outras para deslocarem de povoados distantes em vários carros fretados.

Muita gente não entende patavinas do que vem ocorrendo no cenário político de Tutóia, mas se dar ao luxo de comentar/criticar. Mal sabem que são influenciados erroneamente por gente cobiçosa.
Essa situação de instabilidade e de jogo de interesse político, aliás, pode trazer prejuízos maiores: atrasos de salários de servidores, estagnação da economia do município, perseguição política, entre outros.

É preciso que o leitor/cidadão passe a acompanhar mais de perto a política local, que passe a entendê-la e, assim, saber melhor julgar, melhor conhecer os pretensos candidatos. E, votar correto.


Os políticos, estes também precisam perceber os novos tempos. Ouvir a população. Trabalhar. Fazer, de fato, o seu papel. É preciso saber o que é gestão pública. E não gestão política de politiquice. 

Tentamos contato com o prefeito mas não conseguiu. O vereador Alexandre Baquil não quis se posicionar, apesar de procurado pelo blog. 

O advogado Kelson Veras, em entrevista exclusiva disse que há grande possibilidade do "prefeito anular esse procedimento porque existe o Decreto Lei de 1961 que regulamenta a matéria e o judiciário nesse caso pode se pronunciar em obediência à Lei" ponderou ele. 

2 comentários:

  1. Ufa! até que em fim, vereadores mostrando para que realmente foi eleito.
    Quanto aos protestos... Sem comentario

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente não consigo entender o que realmente esses políticos querem. Eu, estudante de psicologia não sendo nem do lado A e muito menos do lado B, lamento pelos políticos dessa cidade. Venho dizer que vejo essa situação com profundo desprezo,vejo como um ato de desespero da oposição tentar tirar o Sr, atual prefeito que muito tem feito por aqueles que precisam,tirando o alimento da mesa do pai de família com todos esses "trabiques" que prejudicam aqueles que precisam receber. Venho com o olhar crítico de eleitora dizer que o Sr, Alexandre Baquil é o "queridinho" para ser o futuro prefeito de tutoia, talvez isso explique muita coisa.
    Oposição, melhore!

    ResponderExcluir

Colaboradores

Arquivo do blog