quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Associação de Moradores do Povoado Curralinho discute degradação do Rio Barro Duro

A ação envolveu a Engenheira Florestal Cândida de São Luis-Ma, a Associação de moradores, a Escola Bernardo Maricó no Povoado Curralinho-Tutoia-MA

Foram três dias de visitas a trechos das margens do Rio Barro (que corta o povoado) e palestras na comunidade de Curralinho, dias 27, 28, 29 deste mês de Julho, em virtude da degradação ambiental que vem sofrendo aquele rio e que já foi objeto de outras discussões. Para a engenheira é preciso incentivos do Poder Público, das comunidades em abraçar e defender a causa através da educação para sensibilização e mobilização dos moradores para a proteção do riacho da comunidade.

Moradores de Curralinho, na visita de campo com a ambientalista Cândida, de São Luis.
                                         Moradores de Curralinho e Associação de moradores

 A degradação do meio ambiente.
Informações do Presidente da Associação de Moradores, Pedro do Curralinho
A palestra
Vivemos em um momento difícil, na qual a humanidade enfrenta problemas ambientais desastrosos, ocorrendo grandes catástrofes e uma deterioração extrema dos recursos naturais, ou seja, as condições ambientais estão sendo transformadas e extintas pela decorrência das posturas e ações inadequadas dos seres humanos, minimizando e destruindo a qualidade de vida de todos os seres vivos.
Há muito tempo a natureza vem sendo modificada pelo próprio homem, que destrói e contribui para que esse problema ocorra, não generalizando, é claro, mas o homem muitas vezes, colabora para que essa prática inadmissível aconteça: poluindo, destruindo, queimando e acabando com o que temos de mais precioso e importante para a sobrevivência de todos os seres, o meio ambiente.
Se não tomarmos consciência da gravidade dos problemas ambientais e não tomarmos uma atitude, talvez as nossas gerações futuras não possam usufruir dos recursos naturais que temos, hoje em certa abundância, amanhã provavelmente teremos com escassez, a natureza não possuirá belas árvores, extensos rios, nem água doce, provocando assim, a extinção dos seres.
Portanto, o ponto chave para a efetivação dessas transformações, é termos consciência  de que podemos mudar esse conjunto de elementos, basta agirmos e colocarmos em prática as ações cabíveis para diminuir a poluição do meio ambiente, proteger os recursos naturais e incentivar a humanidade a defender o meio ambiente, transformando os problemas ambientais com simples atitudes e com a conscientização de todos, construindo um ambiente mais puro, limpo e verde.

Texto adaptado: Elivaldo Ramos
Fotos: Associação do Curralinho via blog do Amaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog