terça-feira, 23 de agosto de 2016

Tutóia: Chega de politicagem


A ignorância, a ganância, o egocentrismo e o radicalismo são nocivos para qualquer pessoa e ainda mais para aqueles que defendem com radicalidade um político ou lado político. Pois bem, Tutóia tem vivido essa mazela em tempos atuais. É claro que eu como qualquer outro quero ter uma vida com várias possessões, natural deste mundo capitalista, consumista, mas não precisamos ser ao extremo, a ponto de querer que um semelhante viva na miséria e a gente no melhor. Parece que aí falta o espírito de humanidade.

Aos incautos, nunca defendi com radicalidade neste ano de 2016, ano de campanha eleitoral nenhum lado ou nome. Tenho sim ponderado, me posicionado com a oposição, mas nunca com um nome específico, ao contrário de outros tanto da oposição quanto do governo. Ainda que, muitos já tenham tentado me vender pra vários “grandes políticos” deste município.

Já disse antes em outras oportunidades para mim é normal e em certa medida necessário avaliar o governo municipal que temos e tecer críticas nesta página pessoal que é o blog. Outras vezes reconhecer que este governo trabalhou nas obras (se são boas ou ruins não quero entrar neste mérito agora). Entretanto, é notório e foi noticiado em rede de televisão nacional o descaso com a saúde municipal. Não obstante, a educação, a segurança, o esporte, a cultura, a agricultura, a assistência social, outros galhos importantes de uma administração foram deixados de lado. Retrocedemos, inclusive, em algumas destas políticas públicas.

Mas, os individualistas e muitos contratados que são beneficiados pelo governo, ou os que ganham sem trabalhar, estes não estão nem aí para a coletividade. É a velha história quem quiser que se L... E quem faz críticas como eu é porque está querendo estar lá “puxando saco também”, “peraí”, deixem de mesquinharia. Serei muito capaz de lá na frente reconhecer que estou errado se me provarem o contrário, sem problema algum.

Quanto a nomes que estão no cenário da disputa do pleito de 2016, todos tem defeitos. Ainda não há, claro, como julgar com um veredicto, mas todos carecem mostrar a que vieram. Em um grupo reina a individualidade, a vaidade. Noutro, o ar supremo de poder. E é isso que tem afastado a mim e a muitos eleitores conscientes e pensantes de vocês.   

Como já disse em conversas particulares com gente do governo e da oposição, externo aqui em um ambiente bem mais amplo: não poderei afirmar com toda a convicção que Alexandre Baquil será um péssimo administrador, mas o histórico familiar e de sua atuação como Secretário de Saúde me deixa com o “pé atrás”. Quanto a Chico Canavieira, há radicalidade em seu grupo e estes afugentam até mesmo os pretensos parceiros. Também não direi que será o melhor ou pior governo. Quanto a Romildo, há também aqueles com ânimos tão exaltados que assusta. Da mesma forma não posso afirmar que será bom ou ruim.

No fim das contas, quem tem posicionamento similar ao meu é tido como “em cima do muro”, como de opinião duvidosa. Mas bem disse o Senador Cristóvão Buarque em um de seus discursos, trazendo outra interpretação para esta frase, quem está nesta posição não significa que esteja propenso a seguir o lado que muitos acham e querem, mas este que está “em cima do muro” enxerga melhor que aqueles que estão embaixo e tem parte de sua visão tapada pela parede (do radicalismo, da ignorância, da ganância, da corrupção, do individualismo) e por isso tornam-se cegos.


Outro ponto: muitos me pedem respeito, entretanto, me atacam com radicalidade nos grupos sociais. Paciência. Às vezes a gente tem que impor respeito senão estes sem noção montam na gente.

Um comentário:

  1. Parabéns pelo seu comentário, se todos nós tivéssemos esta visão política, não estaríamos a mercê de políticos corruptos como os que temos hoje no nosso país.Muitos vendem a própria consciência e aceitam as coisas mesmo vendo que estão erradas e vão contra a sociedade que tanto precisa de assistência,simplesmente porque são ou têm alguém na família que é favorecido. Que seu comentário sirva como orientação para todos os eleitores de tutoia, e que vença o povo.Não o povo do poder, mas o povo de tutoia em geral.

    ResponderExcluir

Colaboradores

Arquivo do blog