quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Profissionais da saúde são orientados sobre prevenção da febre amarela no MA

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), orienta os gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) e profissionais de saúde para intensificar a vigilância e prevenção da febre amarela silvestre nos municípios maranhenses.

 A febre amarela compõe a lista de agravos de notificação compulsória, sendo classificada entre as doenças como de notificação imediata. A SES disponibiliza nota informativa n.º 02/2017 no site www.saude.ma.gov.br (http://www.saude.ma.gov.br/downloads/Nota_Informativa_de_Febre_Amarela_MA_2017.pdf).

 No Maranhão, apesar de há 23 anos não haver casos da doença, o estado continua classificado como área endêmica, com recomendação de vacinação de 100% da população. De acordo com a nota técnica, são consideradas áreas de maior risco as regiões de Pedreiras, Imperatriz, São João dos Patos, e Barra do Corda, devido os 12 municípios que registraram, anteriormente, casos estarem localizados nestas regiões.

 De acordo com o Ministério da Saúde (MS), o Brasil registrou casos de febre amarela silvestre em regiões dos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, além de áreas do Pará, Tocantins, Distrito Federal, Minas Gerais e São Paulo.


Fonte: cn.radio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog