terça-feira, 19 de setembro de 2017

Posto de Saúde do Bairro Comum continua sem reparos na estrutura física e compromete atendimento


O atendimento na UBS do Bairro Comum tem deixado na mão muitas famílias que residem ali naquele bairro e também de bairros vizinhos como Lagoa Grande e Alto Alegre, uma vez que o posto conta com sete Agentes Comunitários de Saúde e estes atendem individualmente entre 90 e 110 famílias. 

Pelo menos 1000 famílias necessitam diretamente do serviço do Posto de Saúde. 

Hoje (19) de manhã dezenas de mães aguardavam desde as sete horas a chegada da vacina. Mas, o atendimento somente inicia às 8:00h. 


O enfermeiro com as vacinas só chegou às 8:40h. Ele disse que houve um problema com o transporte fornecido pela prefeitura de Tutóia. E vez por outra falta alguns tipos de vacinas. 

O objetivo do post é mostrar o descaso da gestão pública com aquele posto e aquela gente. 


Segundo uma Agente Comunitária de Saúde não há consulta no posto, pois a médica que dava expediente não aprece por ali há mais de um mês. 

A estrutura física que já foi outras vezes denunciada na rede social continua precarizando a cada dia que passa. Das 10 salas do posto, apenas duas estão em funcionamento. Algumas delas estão sem portas e outras tomadas por cupins. E uma delas está interditada porque o forro desabou. O piso apresenta sinal de umidade e a balança de pesar crianças está sobre uma estante enferrujada. 



Além da situação relatada falta material básico como gases e o aparelhinho que realiza teste rápido de diabetes por falta da agulhinha, segundo outro Agente de Saúde. 

Fica o espaço para a Secretaria de Saúde do município se manifestar. 











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog