terça-feira, 7 de novembro de 2017

CARTA ABERTA À POPULAÇÃO DE TUTÓIA E PAULINO NEVES





É de conhecimento público que o governo do Estado do Maranhão transformou as instalações da Delegacia de Polícia Civil de nossa cidade em uma Unidade Prisional de Ressocialização – UPR, com capacidade para 90 presos e que dia 06 de novembro a Secretaria de Administração Penitenciária – Seap, assumiu a administração do estabelecimento penal, com sua equipe de 28 funcionários. FATO!

É claro e notório que a população não foi consultada nem aprovou a instalação de uma unidade prisional, e que jamais aprovaria, pois também é de conhecimento público que o sistema prisional brasileiro está falido funcionando como escola da criminalidade, onde detentos de diferentes potenciais criminosos são obrigados a conviver em conjunto uma situação de insegurança para eles e para a população e que são inúmeros os fatos ocorridos em todo território nacional, inclusive em nosso Estado. Recentemente, nossa Tutóia foi sobressaltada com a presença de 05 presos fugitivos da cidade de Esperantina do Piauí, e vejam que só foram 05 fugitivos que provocaram terror na população local.

Dada a superlotação e o aumento da capacidade do sistema prisional sabemos que a transferência de presos de outras unidades prisionais serão realizadas para Tutoia como já é rotina na Seap.

Temos inúmeras justificativas para não aceitar a implantação de Unidades do Sistema Prisional em nossa cidade, pois as desvantagens são muitas, significa que em breve as 90 vagas (capacidade da unidade segundo nota oficial do Governo) poderão representar 300 indivíduos cumprindo pena, estimulando a invasão de terrenos particulares e a vinda de familiares, possivelmente formando novos bolsões de pobreza e de tráfico de drogas; queremos, pois, destacar o nosso potencial turístico como vocação de desenvolvimento econômico, em fase de crescimento com inúmeros investimentos e condições propícias para o desenvolvimento do turismo em nossa cidade como portal do Delta das Américas!

Ao empresariado local é oportuno dizer que a instalação da unidade prisional pode potenciar o aumento dos assaltos à mão aramada, furtos, e, claro, enormes prejuízos financeiros.  

Aí perguntamos: Vamos abortar nosso projeto de um município turístico? Seremos um território de risco com segurança zero? O fluxo de turistas que vem aumentando, sumirá?  Nossa população ficará sempre em estado de alerta e refém do medo?? Teremos que conviver com muitos moradores que se mudarão para cá por conta do crime organizado??? NÃO! NÃO VAMOS PERMITIR QUE SE INSTALE EM NOSSO MUNICÍPIO PRESÍDIO!!! QUEREMOS SIM!! ESCOLAS, HOSPITAIS, SANEAMENTO BÁSICO, PRAÇAS, PARQUES ...


O MOVIMENTO “TUTÓIA NÃO QUER PRESÍDIO” conclama toda população de Tutóia para se envolver na luta contra a decisão de instalar qualquer estabelecimento penal em nossa cidade! Precisamos de todos! Não ficaremos de braços cruzados assistindo a paz de nossa cidade ser roubada!! E nossas vidas transtornadas!! Contamos com o apoio de toda a população! Esta é uma bandeira de luta que nos une independentemente de nossas diferenças!!!

Um comentário:

  1. tudo mentira, teve audiência publica e tu foi, quer dizer que outras cidades podem receber os presidiários de Tutoia e Tutoia não...

    ResponderExcluir

Colaboradores

Arquivo do blog