quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Civis se reúnem pela segunda vez nesta terça (07), para discutir a elevação da Delegacia de Tutóia para uma Unidade Prisional de Ressocialização - UPR.


Civis e representantes de entidades organizadas discutiram que ações serão tomadas e levadas ao governo do Maranhão quanto a falta de comunicação quando da implantação da unidade prisional e também do não posicionamento dos representantes legais sobre.


Na noite de anteontem (06), foi criada uma comissão e algumas ações já foram iniciadas como confecção de faixas, redação de uma carta aberta à população de Tutóia, Paulino Neves e cidades vizinhas sobre os prejuízos que um presídio pode trazer. E o Conselho da Comunidade fez uma visita e conversou com o diretor da UPR para saber mais informações.

Diante de muita discussão a comissão chegou ao consenso de se fazer uma grande manifestação na Avenida Paulino Neves com som, palco e exibição de imagens da realidade cruel da carceragem do Maranhão (Rebelião em Pedrinhas e outras cidades) na data provável do dia 20 deste mês. 

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog