segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Continua a perseguição: Prefeito Romildo me notifica de processo administrativo

Na manhã desta segunda (11) fui notificado do processo nº 11.2017.016.12, assinado pela Procuradoria Geral do Município em que o prefeito Romildo Damasceno me concede o prazo de 15 dias para juntar documentos e providenciar a defesa da perseguição exagerada contra quem não cedeu às vontades do seu ditatorial governo.  

Não bastasse tentar de todas as maneiras levar para seu lado até mesmo opositores de sua campanha (sabe-se lá com qual estratégia política) como ocorreu recentemente com publicação no blog do Amaral, em que o advogado Airton Paulo (acesse aqui) passa a compor o governo Romildo, ele agora resolve perseguir todos os que não se dobram às suas vontades, como é o meu caso. 

Veja na íntegra a notificação, pois ela trata de
1-  que eu devolva dinheiro recebido por estar na presidência do sindicato; 
2- a prefeitura entrar com ações contra o sindicato que presido;
3- me retornar às atividades de sala de aula (como se eu tivesse medo de trabalhar!)

Quero aqui em resposta a esta nova provocação do prefeito, dizer que, eu, acostumado a labutar desde criança, seja na roça ou em loja de material de construção - meu primeiro emprego aos 14 anos, nunca me eximi de trabalhar e nunca me aproveitei de situação escusa nenhuma, aliás, tais vantagens eu não aceitei quando me foram propostas, e, que, se estou na presidência do sindicato é porque fui legitimamente eleito, inclusive com o voto do próprio prefeito, em 2016, quando este na condição de servidor público participou do processo eleitoral do sindicato. E, que a licença sindical que tenho foi aceita pela prefeitura, para tanto, comprovo minha labuta neste sindicato, em expediente em Tutóia, Santana do Maranhão e Paulino Neves de 8:00h até por volta das 19:00h todos os dias, quando não, até às 22:00h ou 23:00h quando faço visitas às comunidades. Tudo isso sem diárias!!

Segue o art. 3º do Decreto 076/2017 com todas as determinações do prefeito.  



Segue a notificação assinada pelo procurador do município



















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog