terça-feira, 6 de novembro de 2018

Professor de Tutóia vai à Tribuna da Câmara de Vereadores denunciar atrasos de pagamentos de contratados


Foto e Texto: Elivaldo Ramos

Na sessão plenária de ontem, segunda-feira, 5 de novembro, vereadores usaram a Tribuna para falar do lamentável  atrasos de 3 meses do pagamento dos contratados da Prefeitura de Tutóia.

Um grupo de professores da Escola Nossa Senhora de Fátima, escola filantrópica que tem convênio com o município de Tutóia, esteve na sessão e usou da Tribuna para denunciar os atrasos e cobrar dos vereadores providências para o que chamaram de descaso com pais e mães de famílias tutoienses.

O professor que usou a Tribuna fez questionamentos direcionados ao poder executivo e ao poder legislativo, como exemplo: “porque não pagam os professores?, [...] é duro pra nós não podermos comprar na quitanda, [...] não passo fome por causa da minha mãe, [...] tem dias em que não tenho dinheiro para colocar o combustível da moto, [...] mas, não abandonamos nossos alunos, pois somos profissionais” lamentou ele.

 Segundo ele, a escola tem 472 alunos do Ensino Fundamental que fazem parte do censo escolar.

 Os vereadores Raimundo Sintraf e Paulo Rogério fizeram duras críticas ao governo Romildo. O vereador Nilson, Viriato e Jamilza pediram que fosse elaborado um documento e enviado ao executivo pedindo providencias.

 O vereador Sintraf disse que a fala do professor traz denúncias graves e que são crimes cometidos pela gestão.

Vereador Paulo Rogério reforçou que precisa de uma resposta rápida do executivo. Ele publicou na sua página no facebook uma nota e um protocolo feito junto ao Ministério Público pedindo a resolução do problema o mais rápido possível.

Não é somente a escola citada, que tem em torno de 60 contratos, que está com salários atrasados, mas aproximadamente mais 500 funcionários, de acordo com algumas informações, na mesma situação. É um número significativo e cabe a atuação do Ministério Público local.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog