domingo, 31 de março de 2019

Base da Caixa D'água que abastece o povoado Tutóia Velha ameaça desabar segundo morador



O Povoado Tutoia Velha que deveria ser uma TUTOIA VELHA NOVA também sofre com o descaso e abandono dos administradores tanto ex gestores como atual gestão. Essas fotos mostram a verdadeira situação do abandono da CAIXA D'ÁGUA no Alto do Padre ou cova do padre. 
Ela distribui água para uma parte da comunidade de Tutoia Velha, mais corre um sério risco dessa base provocar um dano maior. 
Nossos representantes eleitos por parte da comunidade infelizmente fecham os olhos para tal situação, ou será que temos que fazer como os pais e responsáveis da unidade escolar do Povoado Alto Alegre? Iremos encaminhar ao gabinete do Sr prefeito municipal uma solicitação de manutenção nessa base da caixa d'água para que possamos receber um sim ou não.
Ou será que teremos que esperar 2020 para sermos glorificados com novas promessas e nunca serem cumpridas?


A postagem foi feita numa página do facebook















Bombeiros intensificam ações preventivas na capital e no interior no período chuvoso


Bombeiros auxiliam Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (Foto: Divulgação)



Além da atuação na Região Metropolitana de São Luís, o Corpo de Bombeiros concentrou esforços em pelo menos dez municípios que sofrem com inundações.

Para reduzir os transtornos e acidentes associados ao intenso período chuvoso registrado no Maranhão, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA), órgão vinculado ao Corpo de Bombeiros Militar (CBMMA), intensificou ações de intervenção e prevenção nas cidades maranhenses mais castigadas pela ação das fortes chuvas.

Além da atuação na Região Metropolitana de São Luís, o Corpo de Bombeiros concentrou esforços em pelo menos dez municípios que sofrem com inundações, deslizamentos de terra e desabamentos.

Alto Alegre do Pindaré, Santo Amaro, Santa Helena, Barreirinhas, Araguanã, Boa Vista do Gurupi, Turilândia e Bacurituba são algumas das cidades em que o CBMMA vem monitorando o índice pluviométrico e deslocando equipes de apoio para amparar possíveis desalojados ou desabrigados.

Em Trizidela do Vale, cidade onde está instalada a 13ª Companhia de Bombeiros Militar (CIBM), militares vêm acompanhando dia a dia a possível ameaça de inundação do Rio Mearim, que afetaria inclusive Pedreiras, município vizinho. A informação é do capitão Lisboa, subchefe da seção de comunicação do CBMMA.

Segundo o capitão Lisboa, quando o nível do Rio Mearim ultrapassa a marca dos 6,60 metros, é sinal de alerta. “A gente enviou uma equipe de pronto-intervenção a Trizidela do Vale para auxiliar a guarnição que nós temos lá. As coordenadorias municipais de Defesa Civil de Trizidela do Vale e Pedreiras têm auxiliado e nos municiado com informações para monitoramento e acionamento de bombeiros militares em caso de necessidade”, explica.

Ainda de acordo com o capitão Lisboa, em Trizidela do Vale e Pedreiras, a 13 ª Companhia de Bombeiros Militar conta com o suporte da Defesa Civil dos municípios e do Tiro de Guerra do Exército Brasileiro para catalogar e avaliar áreas de risco.

Guarnições extras em São Luís
Bombeiros auxiliam comunidade em zona de risco (Foto: Divulgação)
O subchefe da seção de comunicação do CBMMA também apresentou um balanço das ações dos bombeiros em curso na capital maranhense. Com base em dados emitidos pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres (Cemadem), o capitão Lisboa afirma que, no último fim de semana, alguns bairros de São Luís atingiram um acúmulo de 217 mm no índice pluviométrico em apenas 24 horas. Isso equivale à metade das chuvas esperadas para todo o mês de março.

Somente no mês de março, o Corpo de Bombeiros registrou nove desabamentos, 22 deslizamentos de solo e duas inundações na Região Metropolitana de São Luís.

“Nossa Central de Operações foi acionada para mais de 100 ocorrências extras. A gente não está falando daquelas que a gente costuma atender diariamente, como incêndios e atendimentos pré-hospitalares”, destaca.

Apoio emergencial
A média histórica de chuvas no mês de março é de 428 mm. Com o pico pluviométrico, 92 famílias que moram em áreas de risco na Grande Ilha foram cadastradas pelo CBMMA. O capitão Lisboa revela que um dos maiores desafios do Corpo de Bombeiros é retirar essas famílias das áreas de risco.

O militar conta que só no bairro do Sacavém, os bombeiros fizeram a catalogação de 13 famílias que estão precisando de atendimento emergencial. “Conseguimos fazer esse serviço em parceria com a Defensoria Pública para que a gente garantisse os direitos dessas famílias e para que servisse de convencimento para que elas saíssem do local”, detalha.

Ainda de acordo com o capitão Lisboa, nos próximos dias o CBMMA pretende realizar ações de intervenção em outros pontos críticos de São Luís.

Central de Noticias 



sexta-feira, 29 de março de 2019

Tutóia 81 anos

É nesta sexta e Sábado, 29 e 30 de Março; operação de preços baixos no Armazém Paraíba

São dois dias repletos de muitos preços baixos, nos setores de confecções, calçados, tecidos, cama, mesa e banho, móveis, eletrodoméstico e celulares.

Nos setores de confecções, calçados e tecidos, tudo em até 10 vezes sem juros no seu cartão Paraíba.

Paraíba, sucesso em qualquer lugar!





Feliz Aniversário Tutóia

Neste dia 29 de Março é o aniversário da nossa querida Tutóia, nada mais justo que parabenizar o povo Tutoiense, povo do bem e que trabalha em busca do desenvolvimento e de melhoria da cidade ! Temos orgulho em poder fazer parte deste equipe! Parabéns Tutoia pelos seus 81 anos!


Feliz Aniversário Tutóia

quinta-feira, 28 de março de 2019

Tutóia, 81 anos de emancipação política






Mas, Tutóia tem mais idade, veja o artigo do Professor Euges Lima:

No dia 29 de março, o município de Tutóia estará completando 80 anos de emancipação, isso se deu em 1938, percebe-se que outros municípios do Maranhão também foram emancipados nessa mesma data, a exemplo de Barreirinhas, seria uma emancipação coletiva?

Os tutoienses nos últimos tempos têm usado essa data como referência para comemorar o aniversário da cidade ou do munícipio, mas sabendo da antiguidade histórica de Tutóia - sempre citada nas mais antigas crônicas e livros relativos à história do Maranhão, desde o século XVII até o século XX -  Seja a chamada Tutóia Velha ou até mesmo a “Nova Tutóia”, algumas indagações se impõem acerca da real idade de Tutóia.

Seria a data dessa emancipação a mais indicada para se comemorar o aniversário da cidade? Algo muito usado em vários municípios do Maranhão, talvez, por falta de conhecimento e referências históricas dos próprios municípios em relação as suas origens remotas e fundantes.

 No caso de Tutóia, acreditamos que essa emancipação em 1938 (Era Vargas), não é a primeira, pois há registros de municipalidade anterior a esse período, com vereadores, prefeitos/intendentes e juízes.

Então, qual seria a data mais adequada para se comemorar o aniversário de Tutóia? O da emancipação política mais recente ou o da fundação do município? Diria que o mais correto seria o da fundação, mas ainda assim, há mais uma questão para ser resolvida. Seria a data da fundação de Tutóia (velha), enquanto município ou a da fundação da Tutóia (nova), enquanto sede?

Se a intenção é comemorar o aniversário da nova sede, ou seja, da “Tutóia Nova”, então a referência deveria ser a data da formalização da Lei de n.º 297 de 16 de abril de 1901, sancionada pelo então governador do Maranhão, João Gualberto Torreão da Costa que elevou a povoação de Porto de Salinas para a categoria de vila com a denominação de “Tutóia”, ao mesmo tempo em que transferiu a sede do município para a nova vila. Nesse caso, Tutóia (nova), enquanto sede, irá completar este ano, 117 anos.

Veja que em 1901, Tutóia já era considerada município, portanto, emancipada, o que ocorreu foi somente a transferência de sede, sendo, portanto, a municipalidade algo já existente anteriormente, nesse sentido, transferência de sede não significou necessariamente, fundação de novo município.

No caso de as comemorações terem como objetivo, celebrar o aniversário do município, então Tutóia é bem mais antiga. Tomando como referência a fundação da antiga vila Viçosa de Tutóia no ano de 1758, neste caso, Tutóia completou ou completará este ano, portanto, 260 anos de fundação o que seria do ponto de vista histórico, mais plausível, levando em consideração todo o acúmulo histórico dos seus antepassados, seus fundadores, seu povo, sua cultura e suas tradições.

Achar que Tutóia com toda a sua riqueza histórica, inclusive, no contexto da história do Maranhão, tenha apenas 80 anos, me parece sem sentido, talvez fosse o caso de rever a quantidade de velinhas desse bolo, adotando referências com mais respaldos históricos e fidedignos. 

Fonte: Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão 

Tutóia 81 anos: Paulino Neves o fundador da Nova Tutóia

A imagem pode conter: 1 pessoa
Paulino Neves, avô de Antonio José Neves, 
ex-prefeito de Tutóia. Antonio José Neves
 é o fundador do Arraial de Tutóia
Todas informações desse texto foram retiradas do livro da professora Bernarda Cantanhede, chamado: Conheça Tutoia.
O nome da avenida principal de Tutóia é uma homenagem a um dos homens mais importantes da história da nossa cidade. Paulino Gomes Neves, o Paulino Neves, nasceu em Tutoia Velha no ano de 1845, em uma família formada por um português e uma tutoiense. Ainda jovem, mudou-se para São Luis para estudar e trabalhar numa firma comercial. Sua estadia na capital lhe trouxe a patente de coronel da guarda Municipal, além de contatos e grande prestigio perante as autoridades do governo em São Luis. Mas, foi em Tutoia que o coronel fez a vida: Casou-se com dona Zuza Neves com quem teve 12 filhos e escolheu a dedo a região onde fez uma salina e um porto com profundidade para navios de médio e grande porte. A povoação dessa região nasceu da necessidade de abrigar os trabalhadores da salina. Para abastecer os trabalhadores foi construída a primeira casa de comércio (ali onde hoje param as vans que fazem linha do interior para sede).Quando o coronel optou por fincar morada na Salina deu inicio à construção do Chalet (atual Escola Almeida Galhardo) e influenciou muitos amigos a fazerem o mesmo. Assim, tem inicio a saída de muitos moradores de Tutoia Velha para o "Porto de Salina". A localização favorável, as novas construções e a influência do coronel junto ao governado do estado colaboraram para a transferência da sede da Vila de Tutoia Velha para o litoral, nascendo assim a Tutóia Nova! Ter seu nome na avenida principal é lembrar todos os dias do homem que sonhou com Tutoia e que talvez não soubesse que aquela terra pequenina, que nem parecia uma cidade, se tornaria uma senhora de 81 anos, que ainda conserva um lindo pôr do sol!
Compilação feita pela Professora Helena 

quarta-feira, 27 de março de 2019

Landry Móveis: venha aproveitar as ofertas do mês da mulher e do aniversário de Tutóia

Lojas Sharlon Tutóia: março é o mês da mulher e do aniversário de Tutóia

TUTOIA X IMPACTO DAS CHUVAS X QUEM TEM RESPONSABILIDADES PRA RESOLVER

Artigo publicado pelo Advogado Chico Canavieira na rede social

Se discute muito esse assunto pontuando se o Paxicá (o executivo não resolve ali a drenagem das águas por temer ser processado pelo Governador já que a outrora estrada (MA) que se transformou a mais de 20 anos em avenida concentrando residências de milhares de tutoienses, distando do centro da cidade alguns metros), pra receber investimentos, segundo o prefeito, só do Governador. Mas esse problema não ocorre somente na Av.do Paxica! 

A ausência de drenagem das águas na nossa cidade ocorre também nos demais bairros (Comum, S. José, Barra entre outros) e também no centro da cidade (Av. Aeroporto, Ruas Celso Fonseca, Rua Grande (área do Hospital), Mag. de Almeida, Av. P. Neves, entre outras vias), também sem SOLUÇÃO! Um problema crônico que aflige o povo de Tutoia. NINGUÉM TEM DUVIDAS QUE CABE SIM ESSE PROBLEMA SER ENFRENTADO, PLANEJADO E EXECUTADO PELA NOSSA PREFEITURA E CASO O PREFEITO NÃO AJA, CABERIA AOS VEREADORES DE TUTOIA PROPOR, COBRAR E FISCALIZAR! MAS NADA DISSO ACONTECE! 

O GOVERNO ESTADUAL DAQUI A POUCO TAMBÉM TERÁ QUE INTERVIR NA DRENAGEM DO CENTRO DA CIDADE? NA AV. DO AEROPORTO? NA BARRA? NO BAIRRO SÃO JOSÉ? NA AV. P. NEVES?

DIANTE DE REALIDADES COMO ESTA E OUTRAS NÃO ESTARIA NA HORA DA POPULAÇÃO ENCAMINHAR AO GOVERNO FEDERAL/CONGRESSO A EXTINÇÃO DAS FIGURAS DOS PREFEITOS E VEREADORES DE MUNICÍPIOS COMO O NOSSO? 

Nota: Fotos obtidas dos blogs de Paulo Silva, Leandro Rocha e Elivaldo Ramos.




Adquira sua casa própria com ITBI e CARTÓRIO grátis, mande mensagem (98) 98772-8417

Oferta do dia no Paraíba

Confira as promoções da semana no Armazém Paraíba de Tutóia

domingo, 24 de março de 2019

Casarões coloniais em São Luís, começam a desabafar, devido às fortes chuvas.

Segunda etapa do Campeonato Tutoiense de Ciclismo aconteceu neste domingo no Circuito do vencedor do Troféu Mirante de Ciclismo 2018, Paulo Cross


A Segunda Etapa do Campeonato Tutoiense de Ciclismo 2019, aconteceu neste domingo (24/03/19) no povoado Atoleiro (Tutóia/MA) no circuito do atual campeão da categoria Master A1 e vencedor do Troféu Mirante de Ciclismo 2018. 

Paulo Cross é integrante da Comissão Organizadora do Campeonato e também competidor. Ele foi o vencedor da sua categoria na etapa de hoje. 



Além dos atletas tutoienses, estiveram presentes atletas de Chapadinha, São Bernardo, Paulino Neves e Barreirinhas. Confira as melhores imagens. 

Todas as imagens feitas pelo titular do Blog Elivaldo Ramos.

Além de Paulo Cross, o Campeonato é organizado pela Pote Bike e o Professor Adriano Freitas também. E conta ainda com o apoio da professora Izabella Primeira e de outros apoiadores e amantes do ciclismo como a Loja Pedal Tutóia que fica na rua do Aeroporto na cidade de Tutóia. 








Confira as imagens de todas as categorias que competiram. 












No pódio feminino a filha de Paulo Cross, Jamilly, conquistou o primeiro lugar na Categoria Elite Feminina.


























































Colaboradores

Arquivo do blog