quinta-feira, 4 de julho de 2019

Deputado suspeita de interferência internacional para não aprovação do acordo salvaguarda da base de Alcântara

O relator da comissão, deputado Hildo Rocha, reclama do adiamento da votação do relatório por parte de parlamentares que fazem oposição ao governo Jair Bolsonaro.



acordo Salvaguarda EUA-Brasil sobre a base de Alcântara – MA voltou a pauta na Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, nessa quarta-feira (03).

O relator da comissão, deputado Hildo Rocha, reclama do adiamento da votação do relatório por parte de parlamentares que fazem oposição ao governo Jair Bolsonaro.
Deputados da oposição alegam, no entanto, que existe uma preocupação em relação as comunidades quilombolas que vivem na região de Alcântara e que sofrem com a falta da garantia de direitos.
Veja a Reportagem



Para acompanhar a situação dessas famílias de quilombolas ameaçadas pela expansão do Projeto Espacial Brasileiro e prevenir que não ocorram mais violações dos direitos humanos, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) fará, nos próximos dias 04 e 05/07 (quinta e sexta-feira), uma diligência a Alcântara e São Luis. Farão parte do grupo os parlamentares Helder Salomão (PT/ES), presidente da CDHM, Bira do Pindaré (PSB/MA) e Márcio Jerry (PCdoB). Também participam da diligência a procuradora federal dos Direitos Humanos, Déborah Duprat e Hilton Araújo de Melo, procurador da República no Maranhão, além de representantes da sociedade civil e lideranças políticas locais.

Central de Noticias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog