quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Tutóia vive caos na Segurança Pública

Homem morto a tiros no povoado Riacho do Meio

Não é de hoje que postamos sobre furtos, homicídios e problemas relacionados à Segurança Pública em Tutóia. 

No fim de semana recebemos a notícia de um homicídio com armas de grosso calibre no povoado Riacho do Meio do Cesarino (Paulino Neves-MA) que está sob o Comando da PM- Polícia Militar, de Tutóia e integra a mesma Comarca. 

De acordo com as informações um homem foi morto com 17 tiros de metralhadora enquanto estava fazendo farinha em uma casa de forno do povoado. Ninguém sabe dizer o motivo. Apenas contam que dois homens armados chegaram e alvejaram a vítima na cabeça. 

Na noite de ontem o advogado Carlos Alberto foi ameaçado em sua residência por um usuário de drogas. Ele tentou fazer contato com a Polícia Militar local através de vários telefones, mas não conseguiu. Horas depois a Polícia esteve em sua residência porque terceiros conseguiram falar com um PM, após terem acesso a vários pedidos de socorro feitos pela vítima em vários grupos de whatsapp. 

O advogado relatou que viveu um momento de desespero com o neto de três anos de idade.

Na manhã de hoje o advogado disse que não conseguiu registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Tutóia, pois não havia Delegado.

Aliás, a Delegacia de Tutóia, atualmente, funciona em uma espécie de corredor da antiga Delegacia por conta de uma mudança feita pelo Governo do Estado em transformá-la em "mini-presídio". Uma obra de ampliação e transformação em "presídio" foi iniciada, mas está parada. O resultado foi a precarização ainda mais do serviço na DEPOL de Tutóia. 

Na noite de hoje (15/08/2019), um homem conhecido por muitos na cidade como PARACA foi alvejada a tiros no centro da cidade (clique aqui e reveja a matéria). 

Vejam só Governador do Estado do MA e prefeito de Tutóia: a situação da Segurança Pública de Tutóia é na verdade Insegurança Pública e deficiência nesse serviço.

Há reclamações de toda a sorte sobre essa questão: há alegação da própria PM em falta de combustível para as Viaturas, falta de Policiais, falta de contrapaprtida do Município, falta isso, falta aquilo. Vive-se um verdadeiro caos e ninguém parece se responsabilizar. 

Não estou aqui fazendo ataques ou mesmo defesas ou ainda criminalizando ou inocentando alguém, estou reclamando como cidadão a ausência de um serviço público e registrando minha indignação como cidadão e pedindo providências. 

Além dos homicídios, houveram dezenas de furtos - à mão armada, de celulares na zona rural de Tutóia neste mês de julho/2019. 

Veja críticas postadas em grupos de whatssapp.














Nenhum comentário:

Postar um comentário

Colaboradores

Arquivo do blog